Clínica Mariângela Santiago

Hoje vamos falar sobre Rinoplastia

Home »  Nariz »  Hoje vamos falar sobre Rinoplastia

Hoje vamos falar sobre Rinoplastia

On outubro 24, 2016, Posted by , In Nariz,Ótica Feminina,Vida Profissional, With No Comments

rinop

RINOPLASTIA

 

A rinoplastia é a cirurgia plástica do nariz feita para diminuir, aumentar, dar forma à ponta, ao dorso ou as asas nasais.

A indicação para este tipo de cirurgia pode ser estética, se achar que seu nariz não é proporcional aos traços, ou funcional, para tratar distúrbios respiratórios. “Neste caso, pode ser tratado a parte estética e funcional na mesma intervenção”, avisa a cirurgiã plástica Dra. Mariângela Santiago. Mas é preciso ficar claro que a plástica do nariz não é feita para “copiar” o nariz de famosos ou de alguém que você considera bonito.

Cada pessoa tem um formato de rosto, características e etnia, e a rinoplastia deve ser feita sempre respeitando estes fatores. “Existe um equilíbrio estético entre o nariz e a face. Por isso, é muito importante que o cirurgião respeite este equilíbrio, para preservar a naturalidade do rosto.

“O melhor resultado é sempre aquele harmônico que fica imperceptível para os outros”, comenta a Dra. Mariângela.
Não existe idade para realizar esta plástica, mas é indicado fazer este procedimento depois dos 15 anos. Até este período espera-se que o nariz esteja totalmente formado e desenvolvido.

 

PASSO-A-PASSO DA CIRURGIA

 

Geralmente a rinoplastia é feita com anestesia local com sedação ou anestesia geral, dependendo da extensão do procedimento.

Durante a intervenção, a pele do nariz é separada da estrutura do osso e da cartilagem, para que o nariz seja esculpido para atingir o formato desejado. “Se a pessoa tiver osso sobressalente, este é raspado, cortado e/ou fraturado para chegar a forma ideal.

Para afinar a ponta, pode-se remover parte da cartilagem para que a ponta seja remodelada ou redesenhada, o que da beleza e leveza ao nariz.

Se o nariz é muito longo e caído, é necessário encurtá-lo, nas, de uma forma muito cuidadosa para não deixar o nariz arrebitado e artificial.

Se a ponta é caída e é tracionada para baixo quando a pessoa sorri, é necessário liberar a musculatura que está em conexão entre a ponta nasal e o lábio. Desta forma o nariz passa a ser uma estrutura anatômica independente da boca.

Já se o problema for nas asas nasais alargadas, elas serão remodeladas, com incisões internas ou externas (bem próximas da dobra entre as narinas e o rosto) avisa a Dra .Mariângela.

Todo o procedimento é feito em ambiente hospitalar por cerca de uma ou duas horas. Mas, dependendo do que será modificado, o médico poderá demorar mais tempo.

Depois de chegar à forma adequada, a pele é readaptada sobre a nova estrutura. Os pontos geralmente ficam no interior das narinas ou escondidas embaixo das asas nasais. ” Isto quer dizer que a cicatriz de dentro do nariz não é aparente”, afirma a Dra. Mariângela Santiago.

 

PÓS-OPERATÓRIO: É preciso repouso!

 

“Como é feito um curativo externo e os tampões nasais são internos, a pessoa deve ficar de repouso absoluto durante 12 horas, ou até a retirada dos tampões”.

“Quando é realizada a correção de desvio de septo, os tampões permanecem por mais 24 horas” alerta a Dra. Mariângela. Pode haver edema (inchaço) e equimose (rouxidão), que geralmente somem em até 30 dias. Para amenizar estes sintomas do pós-operatório, compressas frias ajudam a reduzir o inchaço.

Não é recomendado que o local operado sofra exposição solar pelo período de dois meses.

Deve-se evitar calor (sol, banhos e ambientes muito quentes, etc.), pois o calor leva ao aumento do edema.

“O nariz também não pode sofrer qualquer batida ou trauma por dois meses, pois se foi feita uma fratura dos ossos nasais, um trauma pode levar ao deslocamento ósseo. A maioria dos sinais da cirurgia desaparece dentro de duas a três semanas”, ensina a Dra. Mariângela Santiago.

Como o nariz demora até seis meses para desinchar, o resultado final será visto de seis meses a um ano.

Mas isto não quer dizer que neste período você não verá nenhuma modificação. Logo após o procedimento já dá para notar um novo nariz.

Converse francamente com o seu médico

Assim como toda cirurgia, na rinoplastia é importante você dizer ao seu médico durante a consulta se tem alguma alergia, se é consumidor de álcool, drogas ou fumo (de qualquer espécie) e se está fazendo uso de algum medicamento.

A aspirina, por exemplo, pode alterar a coagulação sanguínea, levando a hemorragias e sangramento.

Também não se esqueça de discutir com o seu médico os fatores que podem influenciar o procedimento e o resultado que você tanto espera.

 

ESTUDO NO COMPUTADOR

 

Existem alguns médicos que condenam o uso da imagem previa do nariz no computador alegando que pode existir a garantia de resultado, desde que a paciente veja previamente como seu novo nariz irá ficar.

Em sua experiência a Dra. Mariângela Santiago tem opinião contraria. Ela está convencida que o estudo prévio no computador é benéfico, porque ajuda o paciente a dissipar suas dúvidas com relação à forma do nariz que ele desejava ter. “É benéfico porque o paciente pode perceber que aquele narizinho de determinado artista não fica natural em seu rosto. Cada rosto tem suas proporções e equilíbrio, e é dentro desta proporção que o novo nariz deve estar em perfeita harmonia e naturalidade. Há mais de 10 anos que utilizo a computação gráfica para rinoplastia e outras cirurgias e só tive surpresas benéficas e agradáveis”, comenta a Dra. Mariângela.

Havendo absoluta transparência e esclarecimento sobre o estudo gráfico do nariz no computador como apenas um estudo predicativo, não é possível garantir o resultado.

No momento da cirurgia outros fatores e variáveis orgânicas individuais de cada um, entram em cena e determinam o resultado final. “Existindo honestidade cientifica e profissional por parte do cirurgião plástico, não haverá ilusões e mal entendido, finaliza a médica”.

A Dra. Mariângela Santiago CRM 45.138 informa:
ATENÇÃO: As explicações disponibilizadas têm finalidade exclusivamente informativa e objetivam oferecer ao público uma visão prática a respeito do assunto. Conforme a SBCP recomenda que em caso de dúvida seja consultada a Cirurgiã Plástica para consideração das peculiaridades de cada caso.

Comments are closed.
Translate »