Clínica Mariângela Santiago

Plástica de Queixo (Mentoplastia)

Home »  Plástica de Queixo (Mentoplastia)

Proporções da Face

A face apresenta proporções entre os seus elementos, que determinam uma harmonia e beleza intrínseca do semblante.

Todos os seres humanos possuem nariz, olhos, boca, sobrancelhas, etc, mas não existe um ser humano igual ao outro, mesmo os gêmeos idênticos. Este é o fascinante mistério da beleza humana. A correta proporção entre os elementos faciais determina, se uma face é bela.

O queixo tem importante função dentro desta estética e beleza facial. O posicionamento do queixo, mais para frente ou mais para trás, é importante para determinar proporcionalidade à face.

O queixo deve estar tocando uma linha vertical que passa pela raiz do nariz. Da mesma forma que o queixo apresenta uma relação direta com o nariz.

Causas

As causas de deformidades no queixo, que podem ser por:

• Alterações de crescimento ósseo;

• Defeitos adquiridos por trauma ou tumores.

Indicação Cirúrgica

A cirurgia é indicada para corrigir deformidades no queixo, que podem ser por:

• Hipermentonismo – queixo avançado

• Hipomentonismo – queixo retroposto

• Latero desvio – queixo desviado para um lado

O procedimento cirúrgico será mais ou menos complexo a depender da gravidade do defeito.

Queixos Avançados

O reposicionamento pode ser feito apenas na região do queixo, ou em toda a mandíbula.

• Quando é na região do queixo é feito um corte no osso, e este osso cortado é colocado para trás na posição previamente estudada e determinada antes da cirurgia.

• O novo queixo é fixado com mini-parafusos.

• A anestesia é geral e a incisão é dentro da boca.
Quando o defeito é mais complexo e envolve também a mandíbula, a correção é feita na região dos ângulos mandibulares e também na região do queixo.

• O osso da mandíbula depois de cortado é fixado, na nova posição com mini-parafusos, da mesma forma que o novo queixo também é fixado com mini-parafusos.

• A anestesia é geral e a incisão é dentro da boca.

• Através de estudos específicos pode-se determinar a posição do novo queixo, a fim de se obter o resultado esperado, ou o mais próximo da normalidade.

Pós-Operatório

1. Dieta liquida nos primeiros dias por causa da cicatriz intra-oral.

2. Existe um edema (inchaço), na região da cirurgia que regride em aproximadamente 20 dias.

3. Retorno às atividades em torno de 10 a 15 dias.

Queixos Retropostos

A correção dos queixos retropostos é relativamente mais fácil, quando é necessário intervir somente na região do queixo.

• Para isto é possível avançar a região com próteses, que podem ser de silicone sólido ou de Porex.

• A intervenção é feita com anestesia local.

• A incisão é dentro da boca.

• Pode-se também avançar o queixo realizando um corte do osso na região e tracionado para frente o segmento ósseo, que é fixado com mini-placas e parafusos. Neste caso a anestesia é geral, e a incisão também é dentro da boca.

Quando o defeito é mais complexo e envolve também a mandíbula, o tratamento é realizado sob anestesia geral, porque a correção é feita na região dos ângulos mandibulares e também na região do queixo.

O osso da mandíbula na nova posição é fixado com mini-parafusos, da mesma forma que o osso do novo queixo.

Pós-operatório

1. Dieta liquida nos primeiros dias por causa da cicatriz intra-oral.

2. Existe um edema (inchaço), na região da cirurgia que regride em aproximadamente 20 dias.

3. Retorno às atividades em torno de 10 a 15 dias.

Latero-Desvio

Basicamente é feito um corte no osso, na região do queixo, e este osso cortado é descolado para o meio, na posição previamente determinada antes da cirurgia.

O novo queixo é fixado com mini-parafusos.

A anestesia é geral e a incisão é dentro da boca.

Quando o defeito é mais complexo e envolve também a mandíbula, a correção é feita na região dos ângulos mandibulares e também na região do queixo.

O osso da mandíbula na nova posição é fixado com mini-parafusos, da mesma forma que o novo queixo também é fixado com mini-parafusos.

A anestesia é geral e a incisão é dentro da boca.

Através de estudos específicos pode-se determinar a posição do novo queixo, a fim de se obter o resultado esperado, ou o mais próximo da normalidade.

Pós-Operatório

1. Dieta liquida nos primeiros dias por causa da cicatriz intra-oral.

2. Existe um edema (inchaço), na região da cirurgia que regride em aproximadamente 20 dias.

3. Retorno às atividades em torno de 10 a 15 dias.

Complicações

Infecção do implante (silicone ou porex), sendo necessário retirá-los (raro).

Passado o processo de infecção pode-se voltar a colocar o implante.

Associação com Rinoplastia

É comum a ocorrer à associação com a rinoplastia, visando um melhor equilíbrio da face. Isto se chama de Perfiloplastia, pois operando o nariz e o mento melhora a harmonia do perfil do (a) paciente.

Perfilometria – Relação do Nariz com o Queixo

• O nariz e o queixo guardam uma relação de proporcionalidade muito grande.

• O posicionamento do queixo, mais para frente ou mais para trás, é de fundamental importância para determinar a proporcionalidade na face.

• O queixo deve estar tocando uma linha vertical que passa pela raiz do nariz.

• Da mesma forma o queixo apresenta uma proporção direta com o nariz. Às vezes o paciente sente que seu nariz é grande, e na realidade é o queixo que é pequeno. Assim, corrigindo o queixo com um avanço, melhora-se o equilíbrio nasal.

Sendo assim, a Consulta Médica com a Dra. Mariângela Santiago é importante para esclarecer eventuais dúvidas além de diagnosticar se você possui indicação para este procedimento.
A Dra. Mariângela Santiago CRM 45.138 informa:
ATENÇÃO: As explicações disponibilizadas têm finalidade exclusivamente informativa e objetivam oferecer ao público uma visão prática a respeito do assunto. Conforme a SBCP recomenda que em caso de dúvida seja consultada a Cirurgiã Plástica para consideração das peculiaridades de cada caso.

Agende sua consulta médica para esclarecimento de dúvidas.

Translate »